CASA DO ARMAZÉM DO ALTO




























Esta encomenda trata de converter a ruína de um antigo armazém numa habitação unifamiliar para arrendamento. A ruína faz parte de um terreno ao qual pertence uma “casa-mãe”, com acesso por outro arruamento e sem ligação física à ruína. A esta acede-se por um portão que ocupa praticamente a totalidade da sua única frente urbana, virada para um largo.


 Pretende-se implantar uma habitação com dois quartos, em dois pisos e com um terraço na cobertura no qual se possa usufruir de uma vista superior sobre a envolvente urbana e localizar uma pequeno espelho de água.
As paredes periféricas da ruína, em terra compactada (taipa), denunciam que este pedaço de edifício é um dos mais antigos do quarteirão. Por isso, por se tratar de uma técnica vernacular própria da região, com boas propriedades térmicas e acústicas, se decidiu manter estas paredes. Estas serão rebocadas e pintadas na cor existente na face virada para o pátio da “casa-mãe” O novo volume de construção deverá ser autónomo do ponto de vista estrutural e auxiliar ainda na estabilização destes paramentos em taipa.

























Assim, o surge um novo edifício dentro das paredes antigas, mimetizando lateralmente a cobertura em duas águas e abrindo ao centro um terraço – açoteia.
Para controlo da forte luz solar a sul, acompanhada de calor, e para preservar reciprocamente a intimidade das duas casas, ilumina-se e ventila-se a casa nova através de pátios e lanternins que pontuam a cobertura, inspirando-se os primeiros e os segundos na tradicional arquitectura algarvia de influência árabe. Desta forma, todas as divisões da casa têm luz natural, sendo a luz encaminhada para o interior de uma forma filtrada.






































Ano: 2016 - … | Localização: Portimão, Portugal | Cliente: Privado | Tipo: Projecto de Reconversão | Arquitectura: Alberto Dias Ribeiro | Fase: Estudo Prévio

© 2017 A2OFFICE ® . Todos os conteúdos deste site estão protegidos pelo CDA.